Follow by Email

Total de visualizações de página

Sou muito humorado. Se bem ou mal, depende da situação...

Em 1989 o HIV invadiu meu organismo e decretou minha morte em vida. Desde então, na minha recusa em morrer antes da hora, muito aconteceu. Abuso de drogas e consequentes caminhadas à beira do abismo, perda de muitos amigos e amigas, tratamentos experimentais e o rótulo de paciente terminal aos 35 quilos de idade. Ao mesmo tempo surgiu o Santo Graal, um coquetel de medicamentos que me mantém até hoje em condições de matar um leão e um tigre por dia, de dar suporte a meus pais que se tornaram idosos nesse tempo todo e de tentar contribuir com a luta contra essa epidemia que está sob controle.



Sob controle do vírus, naturalmente.



Aproveite o blog!!!



Beto Volpe



sábado, 16 de julho de 2011

Bispo da Universal incentiva criança a dar brinquedo à igreja

Descrição da imagem: símbolo da IURD, sendo que a pomba que se sobrepõe ao coração segura uma cédula de dinheiro. Ladeando, o escrito: Templo é dinheiro.

Mesmo com a situação aviltante enfrentada pelo inocente garoto, o mais triste de tudo é ver que o 'povo de Deus' embarca nessa de bolso e alma.
Beto Volpe

Uma criança de nove anos é incentivada por um bispo da Igreja Universal do Reino de Deus a vender seus brinquedos e doar o dinheiro à igreja para que os pais parem de brigar. Enquanto isso, sua mãe é exorcizada no altar. A cena ocorreu em culto da Universal em Santo Amaro, zona sul de São Paulo, e está sendo exibida em vídeo no blog do bispo Edir Macedo, fundador e líder da igreja.

A Universal foi procurada ontem para comentar o vídeo, mas não deu retorno até o fechamento desta edição. No vídeo, o menino conta ao bispo Guaracy Santos que seus pais têm brigado com frequência. O bispo pergunta que sacrifício ele fará pelos pais. "Eu vou dar tudo que eu tenho", responde a criança. Guaracy devolve: "E o que é tudo que você tem?". "Brinquedo", diz o menino. O bispo insiste: "Você vai vender?". A criança diz que sim, e Guaracy pergunta, referindo-se ao dinheiro: "Pra colocar onde?" "No altar", promete a criança.

Em seguida, sua mãe aparece em crises de convulsão, sendo segurada por um obreiro da Universal. O bispo diz que ela tem "o demônio" e "uma praga". Depois, incentiva a criança a se aproximar. "Vai lá perto e fala: acabou pra você, diabo." E conclui: "Seja fiel, vende o que você tem. Tem fé pra isso? Vai na tua fé".

Especialistas disseram à Folha que, embora não haja um artigo que trate explicitamente do caso, o vídeo fere os princípios do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) ao expor o menino a possíveis constrangimentos, mesmo com o rosto borrado.

DIREITO DA CRIANÇA

Ricardo Cabezón, presidente da Comissão de Direitos Infanto-Juvenis da OAB-SP, diz que o recurso não impede que o menino seja identificado por conhecidos.
"A criança deve ser poupada. Se a própria mãe está numa situação de incapacitada, nas mãos de outra pessoa, não se pode pegar uma criança para que ela explique o que está se passando."

A advogada Roberta Densa, que dá aulas sobre o ECA, avalia que o bispo se aproveita da condição "vulnerável" da criança. "É uma situação de manipulação." Para João Santo Carcan, vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, o papel da igreja, ao tomar conhecimento de um problema desses, seria entrar em contato com os órgãos públicos de assistência social. "Ali tratam a criança como instrumento de receita", diz.

O vídeo foi postado no YouTube e noticiado ontem pelo jornal "O Estado de S. Paulo". Até ontem tinha 571 comentários no blog de Macedo, a maioria de fiéis da Universal. Muitos elogiam a "valentia" do garoto.

2 comentários:

  1. Pois é! Enquanto nosso país julgar que o menor de 18 anos não pode trabalhar, estaremos vendo crianças que tem vontade de tornarem-se independentes irem às Igrejas pedindo paz em sua casa e às ruas consumir o crack que as deixam em paz.

    ResponderExcluir
  2. Inacreditável! Grandes empresas investem em tecnologia, qualificando seus funcionários, para, a partir daí, crescerem comercial e industrialmente.
    Agora vemos essa grande instituição denominada IURD aproveitando-se da ignorância do nosso povo, investindo alto na continuidade desse estado de coisas, com a complacência do governo a dessa nossa justiça.
    Creio que devemos ter fé em Deus, sim. Fé em que Êle, finalmente um dia, possa dar um basta nesses bispos, pastores, ladrões, fajutos e dissimulados, disfarçados de honrados e autocondecorados "Homens de Deus".
    Quem são eles para usarem Deus como seu servo, que atende prontamente suas ordens, comparecendo e agindo conforme suas vontades?
    E agora, usando até a inocência e desespero de uma criança, submetendo-a desde cedo às suas enganações.
    E ainda vem falar em Demônio?
    Que seria deles se não fosse a figura do Demônio?
    Que fantasma usariam para assustar nossos miseráveis e desesperados?
    O medo do diabo é que alimenta financeiramente essa nefasta Igreja Universal do Reino de Deus.
    Os bispos, pastores, diáconos e sei lá mais o quê dessa e de outras instituições semelhantes e concorrentes, conseguem ser piores que nossos políticos.
    Aliás, alguns tem essas duas "atividades".
    Não produzem nada de bom ou útil para a nossa triste massa ignorante.
    Não contribuem com educação (nem a Bíblia é estudada), saúde (subestimam as recomendações médicas constantemente), trabalho (os tão sonhados bens materiais só chegam através das doações, dízimos e ofertas).
    E sabemos que tais doações são usadas para pagar artistas de novelas, apresentadores de TV, prêmiações, etc.
    Usam os dízimos dos fiéis para alavancarem o Ibope na eterna luta pela audiência.
    Se este não fosse um blog tão sério, um tremendo palavrão iria coroar minha indignação.

    ResponderExcluir