Follow by Email

Total de visualizações de página

Sou muito humorado. Se bem ou mal, depende da situação...

Em 1989 o HIV invadiu meu organismo e decretou minha morte em vida. Desde então, na minha recusa em morrer antes da hora, muito aconteceu. Abuso de drogas e consequentes caminhadas à beira do abismo, perda de muitos amigos e amigas, tratamentos experimentais e o rótulo de paciente terminal aos 35 quilos de idade. Ao mesmo tempo surgiu o Santo Graal, um coquetel de medicamentos que me mantém até hoje em condições de matar um leão e um tigre por dia, de dar suporte a meus pais que se tornaram idosos nesse tempo todo e de tentar contribuir com a luta contra essa epidemia que está sob controle.



Sob controle do vírus, naturalmente.



Aproveite o blog!!!



Beto Volpe



domingo, 12 de junho de 2011

F***-se !!!

Eu não lembro de ter visto essa matéria no CQC com a Caipiroska das perna de parmito, que ainda mantém a linha durante as entrevistas ao contrário de alguns de seus colegas de programa. Hay que endurecer, pero sin perder la ternura, jamás!


A propótito, o 'foda-se' do final também foi para nós.


Beto Volpe



Nenhum comentário:

Postar um comentário